Inovar não quer dizer “romper com o passado” – vamos falar de metodologia de ensino

Sabemos que atualizar as tecnologias utilizadas em sala de aula não é exatamente aplicar uma inovação pedagógica. Neste outro post provoquei uma reflexão sobre isso. Inovar não quer dizer, necessariamente, romper com o passado. Muito se teoriza sobre currículo e metodologias de ensino, mas a verdade é que por conta de muitos fatores falta vínculo entre o que se discute sobre educação e o que se vive nos sistemas escolares (sem entrar no mérito “vontade política”, mas sabendo que uma boa parte da questão tem a ver com isso…). Continuar lendo Inovar não quer dizer “romper com o passado” – vamos falar de metodologia de ensino

A (não) inovação escolar através das novas tecnologias

Eu sempre fui uma má aluna. Fazia parte daquele grupo que sobrevivia da recuperação bimestral. A culpa era minha companheira diária. Se me dissessem naquela época que eu me encaminharia para trabalhar com educação eu jamais acreditaria que teria “competência” para isso.  Continuar lendo A (não) inovação escolar através das novas tecnologias

Inovação tecnológica x inovação pedagógica

Sabemos enumerar quais são os tantos problemas da escola. Difícil é imaginar uma escola que não seja “essa escola”. Um método de ensino que não coloque pessoas em caixas. Um processo de ensino-aprendizagem que respeite as particularidades de cada um (seus contextos, culturas, interesses). Uma educação que ajude a transformar. Que seja crítica, problematizadora.

Continuar lendo Inovação tecnológica x inovação pedagógica

Criatividade e inovação no sistema escolar!

grupoQue o sistema escolar baseado na prática de um currículo tradicional está falido, todos já se deram conta, mas por que é que a pesquisa educacional ainda é tão distante da realidade da escola? As fundações do modelo educacional amplamente praticado nas escolas de hoje estão profundamente arraigadas às Teorias de Currículo tradicionais e tornaram-se praticamente imutáveis. Continuar lendo Criatividade e inovação no sistema escolar!

As redes sociais auxiliam a organizar o caos

Quando escrevi o post anterior tinha em mente a magnitute da relação com a própria internet que, através do Twitter, me possibilitou encontrar um texto que jamais teria acesso de outra forma. Hoje, lendo um texto para a escrita do TCC da pós, me dei conta… Lèvy, no seu livro “Cibercultura” (p. 160) diz “Longe de ser uma massa amorfa, a Web articula uma multiplicidade aberta de pontos de vista, mas essa articulação é feita transversalmente, em rizoma, sem o ponto de vista de Deus, sem uma unificação sobrejacente. Que este estado de coisas engendre confusão, todos concordam. Novos instrumentos de indexação e pesquisa devem ser inventados (…)”. Continuar lendo As redes sociais auxiliam a organizar o caos

Tecnologia e aprendizado

twitter_birdEstava observando as atualizações no twitter e encontrei um texto interessante chamado “iPad, iPod, iPude” de Nuno Crato publicado originalmente no jornal português O Expresso e “tuitado” pela @profteresa. Encontrei-o hoje em um blog, onde o texto pode ser encontrado na íntegra aqui. Gostei do achado, primeiro por pensar nas trocas que acontecem via redes sociais e na possibilidade de comentar um artigo de um jornal português que eu jamais teria acesso, não fosse a @profteresa ter “tuitado”… Segundo porque faz um pequeno contra-ponto no meu último post. Continuar lendo Tecnologia e aprendizado